A Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e a Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal do Ministério da Economia (SGP/ME) lançam nesta segunda-feira (11) uma pesquisa aos servidores públicos para analisar aspectos do teletrabalho no serviço público no Brasil no contexto da Covid-19. 

A pesquisa terá o potencial de informar futuras políticas de trabalho remoto, com benefícios para o tráfego para as cidades, a qualidade de vida, a produtividade dos trabalhadores e para a redução de custos para os empregadores. 

De acordo com o presidente da Enap, Diogo Costa, a pesquisa faz parte de um estudo conduzido mundialmente pelo Center for Advanced Hindsight (CAH) da Duke University, nos Estados Unidos, em conjunto com a Harvard Business School e a Kayma, e é liderada por Dan Ariely, professor de psicologia e economia comportamental norte-americano, um dos principais especialistas do mundo na área. “A ideia do estudo é analisar e trocar experiências de Estados Unidos e Israel”, destacou. Segundo ele, o estudo já possui informações também de servidores do Canadá e do Reino Unido. “A participação é voluntária e serão garantidos o anonimato e a confidencialidade das informações fornecidas”, disse.

Além de receber a análise consolidada que será produzida por Duke, a Enap também terá acesso a base de dados do Brasil e de outros países, a partir dos quais desenvolverá estudos para entender a realidade brasileira e como essa se compara a outros países. 

Essas informações também servirão de subsídio para futuras ações de desenvolvimento a serem promovidas pela escola, que se somam a iniciativas já implementadas de capacitação de servidores, como o lançamento de curso EaD sobre trabalho remoto e a realização de uma série de webinários voltados para gestores públicos em tempos de trabalho remoto. 

“Nosso objetivo é avaliar o uso de ferramentas de trabalho remoto dos servidores neste momento em que o teletrabalho vem ganhando espaço cada vez mais acelerado devido à pandemia. A ideia é obter um panorama da administração pública e do dia a dia do servidor que está trabalhando de casa”, afirmou o secretário Wagner Lenhart, titular da SGP.

 

Sobre a pesquisa

A pesquisa faz parte de um estudo conduzido mundialmente pelo Center for Advanced Hindsight (CAH) da Duke University, em conjunto com a Harvard Business School e a Kayma, e é liderada por Dan Ariely, um dos principais especialistas em economia comportamental do mundo e autor de três best-sellers do New York Times.

Além do Brasil, serão analisadas as experiências de Estados Unidos e Israel. O estudo já possui informações também de servidores do Canadá e Reino Unido. A participação é voluntária e serão garantidos o anonimato e confidencialidade das informações fornecidas. 

 

❗ Responda e contribua para uma administração pública federal moderna e eficiente

https://bit.ly/pesquisa-trabalhoremoto

🇧🇷  *Idioma*: português (selecione no canto superior direito)

⏰  Tempo estimado: 15 minutos.

A participação é voluntária e garantimos o anonimato e confidencialidade das informações fornecidas