Curso é voltado para quem busca aperfeiçoamento da gestão baseada em evidências; inscrições encerram em 1º de outubro

A Escola Nacional de Administração Pública (Enap) está dando mais um passo rumo à qualificação profissional do setor público, com foco no desenvolvimento de competências digitais dos servidores. O objetivo é que os servidores sejam capacitados, cada dia mais, para tomar decisões com base em evidências. A partir desta terça-feira (8), estão abertas as inscrições para a Especialização em Ciência de Dados Aplicadas a Políticas Públicas. Serão 40 vagas no total – 10 para ampla concorrência no Executivo Federal e 30 para servidores da Controladoria-Geral da União (CGU).

O curso está fundamentado em três eixos temáticos: 1) ciência da computação; 2) matemática e estatística; e 3) políticas públicas. A proposta curricular é norteada pela relação direta entre a ciência de dados, o entendimento dos problemas organizacionais e a tomada de decisões baseada em evidências. As avaliações de aprendizagem vão abranger a aplicação de conceitos, técnicas e reflexões realizadas durante as aulas. As avaliações formativas serão realizadas por meio de trabalhos em grupo e individuais, testes práticos, entre outras. O foco na aplicação prática é um diferencial metodológico do curso.

Os alunos irão desenvolver habilidades como entender o processo de elaboração de políticas públicas e conhecer técnicas de avaliação, desenvolver habilidades básicas de programação e proficiência na análise estatística de dados com estatística descritiva e inferencial; criar e avaliar modelos baseados em dados, desenvolver análises estatísticas em linguagem de programação apropriada e habilidades de coleta, manipulação, limpeza e integração de dados; e aplicar conceitos e métodos de ciência de dados para tratar problemas no contexto de políticas públicas e comunicar suas soluções efetivamente.

Quem pode se inscrever

Podem participar do processo seletivo servidores ou empregados públicos federais que:

  • Atuem em área diretamente relacionada à análise e avaliação de políticas públicas do governo federal ou em áreas/unidades que trabalham diretamente com coleta, manipulação, limpeza e integração de dados para tratar problemas no contexto de políticas públicas;
  • Tenham necessidade de desenvolver competências requeridas na coleta, manipulação, limpeza e integração de dados de políticas públicas.
  • Servidores públicos federais ocupantes de cargo efetivo em exercício na Controladoria-Geral da União; e
  • Demais servidores públicos federais ocupantes de cargo efetivo, empregados públicos federais concursados e militares das Forças Armadas.

O curso não tem ônus para servidores públicos federais ocupantes de cargo efetivo, empregados públicos federais concursados de entidades federais que recebam recursos da União para pagamentos de despesas de pessoal e militares das Forças Armadas. Caso o aluno desista do curso, no entanto, deverá arcar com os valores equivalentes à carga horária cursada até a data do desligamento. 

Já os empregados públicos federais concursados integrantes de entidades que não recebam recursos da União para pagamento de despesas de pessoal deverão arcar com os custos do curso. 

As aulas serão presenciais, em Brasília (DF), e estão previstas para iniciar em 23/02/2021. Serão 9 horas por semana, distribuídas em 2 dias: segunda, de 14h30 às 17h30, e terça-feiras, de 9h às 12h e de 14h30 às 17h30. Serão, no total, 375 horas/aula. 

Processo seletivo

O processo seletivo é composto por quatro fases: 

  • 1ª fase: análise e avaliação curricular 
  • 2ª fase: teste de lógica, que contém questões de numerical reasoning, verbal reasoning, logical reasoning, aplicado na língua inglesa;
  • 3ª fase: análise e avaliação de memorial e
  • 4ª fase: entrevista.

Todas as informações serão divulgadas no Portal da Enap, na página do curso.

Por que fazer especialização na Enap

A Enap conta com com um quadro selecionado de docentes, que utilizam a metodologia de ensino-aplicação. O intuito é conectar conceitos e teorias com experiências práticas, estudos de casos aplicáveis no exercício da gestão pública e na elaboração, implementação, avaliação e monitoramento de políticas públicas e visitas técnicas, que envolvem o acompanhamento in loco da execução de políticas públicas e de experiências consideradas inovadoras na gestão pública.

A seleção dos conteúdos é realizada por curadores especializados que indicam as principais tendências e temáticas que tornam os cursos do programa únicos no mercado. A elaboração do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) é mais um diferencial dos cursos do Programa que mantém a atividade como obrigatória, mas com foco voltado para a aplicação prática.

Conteúdo relacionado

Enap lança primeira especialização internacional em políticas públicas

O Master of public policy (MPP) é destinado a servidores públicos federais e estrangeiros e será promovido em parceria com a Universidade de Columbia (EUA)

Publicado em:
08/09/2021
Resultado da 2ª fase do doutorado profissional está disponível

Matrículas serão realizadas de 8 a 14 de setembro. Em caso de desistência ou sobra de vagas, segunda chamada acontecerá no dia 15

Publicado em:
02/09/2021
Publicado resultado da 1ª fase do processo seletivo para doutorado profissional da Enap

Seguem para a próxima etapa 23 candidatos da ampla concorrência. Verificação dos classificados em cotas acontece nos dias 16 e 17/08

Publicado em:
10/08/2021
Como Nova York inovou na transformação digital e evitou o ‘vale do desespero’

Alexis Wichowski, vice-diretora de tecnologia para inovação da cidade, trouxe dicas sobre como navegar na transformação digital nos governos

Publicado em:
14/07/2021