Os 10 pesquisadores selecionados deverão trazer subsídios para respostas ágeis para Covid-19; conheça a banca avaliadora

Até às 18h do último domingo (19), o programa Cátedras Brasil recebeu 228 inscrições de pessoas interessadas em desenvolver pesquisas com foco em respostas ágeis para a Covid-19. 

Os projetos recebidos já estão sendo avaliados por uma comissão julgadora, formada por 33 pessoas. O resultado preliminar dos projetos selecionados será divulgado na próxima quarta-feira (22), com o prazo de dois dias para eventuais recursos. 

Na sexta-feira (24), será divulgado o resultado final dos selecionados. As bolsas terão início em 27 de julho de 2020, com duração máxima de três meses, no valor de R$ 5 mil por mês. 

Conheça a comissão julgadora

  1. Claudio Djissey Shikida (presidente da comissão)
  2. Alana Regina Biagi Silva Lisboa
  3. Ana Paula Soares Silva
  4. Antonio Claret Campos Filho
  5. Bruna Silva dos Santos
  6. Carolina Alves Marra
  7. Carolina da Cunha Rocha
  8. Ciro Campos Christo Fernandes
  9. Daniel Alisson Feitosa Lopes
  10. Diogo Godinho Ramos Costa
  11. Giovana Rocha Veloso
  12. Guilherme Alberto Almeida de Almeida
  13. Guilherme Mansur Dias
  14. Gustavo Sclowitz Moraes
  15. Hugo Rodrigues
  16. Igor Bastos de Oliveira
  17. Kelly Cristiane Sartório
  18. Le-Lyne Paes Leme Nunes Czeczko
  19. Leonardo Kazuo dos Santos Serikawa
  20. Leonardo Monteiro Monasterio
  21. Mariana Siqueira de Carvalho Oliveira
  22. Marina Santos Rodrigues
  23. Otoniel Gomes de Miranda Filho
  24. Paulo Marques
  25. Pedro Junqueira Vilela
  26. Rachel Pereira Dorneles
  27. Rafael Sérgio Lima de Oliveira
  28. Raquel Barroso de Oliveira Borges
  29. Regina Luna Santos de Souza
  30. Roberta Tiemi Saita
  31. Sandro de Almeida Rêgo
  32. Tanieli de Moraes Guimarães Silva
  33. Vânia Lúcia Ribeiro Vieira.

O Cátedras fast track foi lançado no último dia 1º de julho para gerar conhecimento de qualidade em tempo compatível com a urgência do setor público de ter respostas ágeis à crise. As pesquisas têm como área temática “Políticas públicas de enfrentamento à pandemia de Covid-19” e devem ser capazes de gerar subsídios para auxiliar o setor público a aperfeiçoar sua atuação em situações de crise como esta. 

Sobre o programa

O Cátedras Brasil busca gerar conhecimento para a sociedade por meio do desenvolvimento de pesquisas aplicadas e projetos que tragam evidências e análises sobre condições do serviço público. É a união entre a academia e a prática, com foco na gestão pública, inovação e políticas públicas.

Atualmente, existem 12 pesquisas em andamento pela Enap, com diversas temáticas, como avaliação de subsídios da União, avaliação de políticas públicas financiadas por gasto direto, perspectivas em escolha pública comportamental, entre outros. Os resultados das pesquisas são divulgados na Biblioteca Digital da Administração Pública.

Palavras-chave:

Conteúdo relacionado

Aplicativos de rastreamento são eficazes para conter avanço da Covid-19 e resguardam privacidade

Resultados fazem parte de levantamento realizado em cinco países. Em Singapura, app teve adesão de 45% da população e contribuiu para redução da circulação da doença

Publicado em:
16/11/2021
Descoordenação entre União e estados potencialmente agravou pandemia no Brasil

Conclusão é resultado de pesquisa inédita que estudou cenários de políticas públicas executadas em cinco estados brasileiros

Publicado em:
26/10/2021
Mapeamento inédito aponta abrangência dos contratos com setor privado nos serviços públicos no Brasil

Levantamento aponta principais modalidades de contratualização, setores e quantitativo por região desde 2011; Sudeste e Sul lideram número de contratos

Publicado em:
06/10/2021
Enap seleciona avaliadores e bolsistas nas áreas de governança e reforma administrativa

Serão selecionados 10 pesquisadores para desenvolver estudos nas áreas temáticas determinadas, com bolsa mensal de R$ 3 mil durante nove meses

Publicado em:
30/08/2021