Portaria assinada no Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência institui comitê que irá apresentar plano de trabalho para garantir igualdade de direitos 

A partir desta segunda-feira (21/9), a Escola Nacional de Administração Pública (Enap) passará a contar com um comitê de inclusão, que irá coordenar as ações da escola para garantir a igualdade de direitos, eliminar barreiras que impeçam o exercício de direitos iguais, difundir conhecimentos e consolidar uma cultura organizacional mais inclusiva e diversa.

A portaria 310/2020, assinada no Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, prevê a elaboração, acompanhamento e divulgação de um plano anual de trabalho e dos resultados. Este plano deve ser aprovado pela presidência e pelo Conselho Diretor da Escola, instância decisória que define as normas gerais e questões estratégicas. 

O comitê, formado por seis representantes titulares e seus suplentes (um por diretoria), será responsável por promover um ambiente de trabalho diverso e propor ações de formação e sensibilização em todas as frentes, incluindo os cursos e serviços ofertados pela escola. Também irá assessorar a proposição de políticas que aumentem a inclusão econômica e social e a diversidade de perspectivas na Enap. 

Com isso, o comitê passará a coordenar o Programa de Inclusão de Pessoas com Deficiência da Enap, instituído em 2017 para promover ações de inclusão na escola e permitir a plena participação de pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida nas atividades e ambientes. 

Confira abaixo o vídeo de campanha de sensibilização para servidores da Enap e uma seleção de cursos para aprimorar seus conhecimentos em temas relativos à inclusão. 

 

6 cursos gratuitos sobre acessibilidade, inclusão e direitos humanos

  1. Acessibilidade em espaços edificados de uso público: conheça os requisitos de acessibilidade e de Desenho Universal para o uso de edificações considerando suas diversas funções e as necessidades de cada usuário.
  2. Acessibilidade em espaços de uso público no Brasil: aprenda a identificar os problemas, conheça a legislação e como garantir condições de acessibilidade dos ambientes. 
  3. Introdução à Libras: curso introdutório sobre a  Língua Brasileira de Sinais, focado para agentes públicos. 
  4. Introdução à audiodescrição: entenda os recursos de audiodescrição, especialmente em sites, mídias sociais e publicações.
  5. Cidadania e Direitos Humanos: formação básica em direitos humanos e cidadania
  6. Empresas e Direitos Humanos: desenvolvido em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), o curso tem o objetivo de reconhecer a importância da participação das empresas na promoção e no respeito aos direitos humanos, sob a perspectiva de participação conjunta com os estados e a sociedade. 
Palavras-chave:

Conteúdo relacionado

Enap faz doação para ajudar hospitais do DF

Ao todo foram doados 3.542 itens, entre roupas de cama e banho

Publicado em:
08/04/2021
32 instituições se reúnem para discutir futuro da Escola Virtual de Governo

Reunião debateu a possibilidade de uma organização da sociedade civil ser cogestora da plataforma de cursos online

Publicado em:
08/04/2021
Enap lança nesta quinta (1º) pesquisa para avaliar acessibilidade em ambientes físicos e virtuais

Objetivo é obter diagnóstico para planejar eventuais ações de inclusão 

Publicado em:
31/03/2021
Enap convida entidades da sociedade civil a debater parceria para plataforma EaD

Audiência de prospecção no próximo dia 7 de abril irá apresentar proposta de publicização para co-gestão da Escola Virtual de Governo

Publicado em:
28/03/2021