Transferir renda para pessoas mais vulneráveis é salvar vidas", pontuou Fátima Pacheco, prefeita de Quissamã-RJ em painel ao lado de João Campos, Erick Brimen e Francineti Carvalho

Francineti Carvalho, a primeira mulher eleita prefeita no município de Abaetatuba - PA, hoje no terceiro mandato, Fátima Pacheco, prefeita de Quissamã - RJ, João Campos, o prefeito mais jovem da história do Recife e, Erick Brimen CEO e presidente do Conselho de Administração Honduras Próspera, participaram do painel ‘Cidades que Transformam’, e abordaram uma série de cases e aprendizados que enfrentaram durante a crise sanitária da Covid-19. O painel abriu o terceiro dia da Semana de Inovação 2021, que foi encerrado com a conferência de Salman Khan, fundador da Khan Academy.

Durante o primeiro painel, o executivo Erick Brimen debruçou a sua palestra em uma análise macro sobre a gestão de crise dos países falou sobre como a Próspera, empresa responsável para lançar o primeiro centro de desenvolvimento econômico sustentável na ilha de Roatán, em Honduras, seria "Inovadora, de baixo custo, desenhada para resolver as necessidades do mundo de hoje." A representante de Abaetetuba-PA, por sua vez, contou sobre as inúmeras soluções realizadas no seu município durante a pandemia, entre elas, o projeto de renda mínima municipal, criado para alcançar famílias em vulnerabilidade social e reduzir os impactos da pandemia sobre a economia local. "Criamos o renda Abaeté, um projeto de renda mínima que ao invés de distribuirmos o valor diretamente para as famílias, entregamos cartão que poderia ser utilizado diretamente em mercearias e feiras do município. Assim conseguimos a população e os pequenos negócios”, contou a prefeita. 

Outro discurso baseado na gestão de crise durante a pandemia, foi a de Fátima Pacheco, prefeita de Quissamã-RJ, que defendeu a importância de oferecer renda para a população em momentos de crise "Transferir renda para pessoas mais vulneráveis é salvar vidas", pontuou, João Campos, o mais jovem prefeito da história do Recife-PE, contou sobre as ações tecnológicas utilizadas para colaborar com a vacinação da população "Nós conseguimos a partir de janeiro colocar de pé a maior plataforma de acessibilidade a serviços públicos da história do Recife. Com a plataforma de vacinação, evitamos filas e aglomerações”, contou o prefeito. 

O dia ainda contou com painel ‘Transformando o serviço público: estratégias, tecnologias e inteligência artificial’ Ele foi iniciado pela Pamela Pavliscak, emotionógrafa tecnológica cujo trabalho se concentra em como a tecnologia afeta nossos sentimentos e relacionamentos. Durante a sua fala, Pamela trouxe uma série de insights que afirmam o quanto pode ser importante a IA nos dias atuais para melhorar a forma como se trabalha o serviço público. "Precisamos pensar em como a inovação pode engajar nosso lado emocional. Esse tipo de tecnologia tem tudo para revolucionar os serviços públicos em trabalho remoto", contou. 

O Diretor Executivo do Laboratorio de Gobierno do Chile, primeiro laboratório de inovação pública da América Latina, Roman Yosif, foi o segundo palestrante do painel e contou como está o trabalho de inovação do serviço público no Chile e defendeu que “os desafios da transformação digital dos Estados são tão relevantes como as da saúde, educação e demais campos do governo, visto que para ter políticas públicas sérias e sustentáveis, precisamos ter um Estado que esteja à altura disso". Dino-Cantú Pedraza discursou sobre como a tecnologia contribuiu com o combate à pandemia no México, incluindo chatbox que, segundo a especialista, “teve papel fundamental no combate à Covid-19”. Já Gustavo Canuto, presidente da Dataprev, apresentou como transformar o serviço público em um serviço mais digital e quais foram os cases da Dataprev nessa prática, e ainda defendeu que "O Estado existe para facilitar vida da população e não para dificultar. E a tecnologia ajuda muito nisso", afirmou. 

O terceiro painel do dia abordou como construir um novo paradigma digital para a concepção do serviço público, com o nome ‘Governo Digital hoje ou amanhã?’, a conferência foi aberta pela, professora universitária e líder de rede de mulheres que trabalham em inovação na Colômbia, Aura Cifuentes, que direcionou sua fala na necessidade de análise de dados para a tomada de decisões em inovação e criticou a burocracia que impede o setor público de ser inovador "Na corrida da inovação, o setor público chega em último lugar porque tem muito mais barreiras que em outros setores. O espaço público tem muitas barreiras orçamentárias, culturais, e sobre a função pública propriamente", finalizou. 

Mike Bracken, sócio do Public.Digital, trouxe para o evento reflexões sobre como construir organizações públicas orientadas para o digital. Já Caio Paes de Andrade, Secretário Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, conversou sobre os avanços da digitalização de serviços no país, os desafios que ainda precisam ser enfrentados e as aprendizagens vindas de dois anos do portal único gov.br. 

A última atração ficou com Sal Khan, fundador da Khan Academy, na conferência ‘Caminhos da Educação: O caso da Khan Academy”. O empresário contou sua história e o que o levou a criar o instituto que, segundo ele, alcançou 13 bilhões de minutos de aprendizado no ano passado. Reconhecido pela presença da tecnologia no seu modelo de negócio, o executivo afirmou que "O modelo nunca foi substituir o ser humano pela tecnologia, mas utilizar a tecnologia como um complemento”. Já sobre o futuro, Khan contou que "A missão que nós temos em mãos é atingir o maior número possível de pessoas".

Serviço:

Semana de Inovação 2021

Data: de 9 a 12 de novembro

Preço: gratuito

Formato: online

Inscrições: Pelo site gov.br/enap/semanadeinovacao

Sobre a Semana de Inovação

A Semana de Inovação 2021 tem como objetivo reunir os principais especialistas do setor para promover debates e troca de experiências sobre iniciativas de uso de tecnologias, metodologias e processos para melhorar o serviço público brasileiro. É um evento que tem como realizadores: Escola Nacional de Administração Pública (Enap), o Tribunal de Contas da União (TCU), a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), o Ministério da Economia, o Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a Anatel e o Governo Federal.

Em 2021, o evento, considerado o maior de inovação em governo da América Latina, chega a sua sétima edição. Com o tema “Ousar Transformar”, a Semana de Inovação 2021 acontecerá entre os dias 9 e 12 de novembro no formato online. Dataprev, Oracle, Huawei, NIC CGI, Microsoft, Serpro, Banco do Brasil, Embratel, EDS e AWS já são patrocinadores desta jornada! Além do apoio da Embaixada da Dinamarca, Sebrae, BID, República, Hepta, KES, Unilever, Banco do Nordeste, SENAI, ABDI, IMM, Embaixada dos EUA, Demos Helsinki e OCDE.

Conteúdo relacionado

De reflexão ponderada ao futuro liderado por mulheres: confira os melhores momentos do último dia da Semana de Inovação 2021

"Mulheres não tinham o direito nem de voar nos jatos de alta performance, quanto mais ser astronautas", relatou Anne Fisher, a primeira mãe a ir para o espaço, em um dos painéis do dia. 

Publicado em:
12/11/2021
Último dia da Semana de Inovação traz debate sobre o futuro da inovação com especialistas femininas

Regina Esteves, Robyn Scott, Anna Fisher, Joyce Trindade, Nísia Lima e Marcelle Paiva participam do painel ‘Futuros construídos e liderados por mulheres’

Publicado em:
11/11/2021
Futuro da educação depende de atuação colaborativa

Professor da Universidade de Harvard propõe novo modelo educacional, com participação efetiva da sociedade

Publicado em:
10/11/2021
Educação discute novos usos da tecnologia no período pós-pandemia

Debate sobre os novos modelos de mediação tecnológica no ensino e aprendizagem foi um dos destaques do evento que termina amanhã

Publicado em:
10/11/2021