Projeto-piloto tem como objetivo desenvolver a carreira e formar líderes no Poder Executivo Federal

Começam neste mês de abril os encontros entre mentores e mentorados no projeto-piloto lançado pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) na preparação de líderes para atuar no Poder Executivo Federal. Dezesseis duplas compõem a primeira turma do projeto Mentoria para Altos Executivos.  Elas foram selecionadas por meio de avaliação elaborada pela empresa Lee Hecht Harrison (LHH), líder mundial em desenvolvimento de talentos.

Os mentorados foram avaliados por tempo de experiência profissional, em posições de liderança, relato de intenção e propósito e casos recentes de sucesso na carreira. “Nosso objetivo é investir em servidores com alto potencial e desenvolver suas carreiras por meio da troca de conhecimento e de experiências com líderes e ex-lideranças no serviço público”, explica o presidente da Enap, Diogo Costa.

Serão realizados oito encontros, com duração de 1h a 1h30, num intervalo de seis meses. Esses encontros seguirão roteiro sugerido pela LHH em parceria com a Enap. Durante esse período, haverá reuniões individuais de supervisão do trabalho dos mentores e será realizado, ainda, um laboratório coletivo entre todos os participantes para o compartilhamento de informações.

Confira a relação dos selecionados:

Mentorados

  • Bruno Santos Abreu Caligaris 
  • Danyel Iorio de Lima de Lima 
  • Elise Sueli Pereira Gonçalves
  • Fabio Hideki Ono 
  • Gabriela Vilaça
  • José Lopes Hott Junior 
  • Hugo Manoel Marcato Affonso 
  • Luis Felipe Salin Monteiro 
  • Natalia Camba Martins 
  • Rafael Cunha Alves Moreira
  • Regina Lemos Andrade
  • Roger Alves Vieira 
  • Simone Gama Andrade 
  • Soraya Monteiro Brandão
  • Vladia Pompeu Silva 
  • Wandemberg Venceslau Rosendo dos Santos 


Mentores*

  • Cristiano Heckert 
  • Fabiana Rodopoulos 
  • Francisco Gaetani 
  • Gleisson Rubin 
  • Helena Kerr 
  • Humberto Falcão
  • Luciano Benetti Timm
  • Mauricio de Albuquerque Wanderley 
  • Regina Pacheco 
  • Renata Vilhena 
  • Virgínia Bracarense Lopes 

(*Outros mentores ainda serão incorporados a esta lista)

Inovação

O projeto está sendo implantado em forma piloto. Nele, o mentor — uma pessoa mais experiente e com excelência reconhecida — orientará e estimulará a carreira de um servidor competente e com grande potencial de se tornar um líder. “É uma das metodologias mais eficazes para desenvolvimento de líderes no século XXI. Será também uma forma de acelerarmos a aprendizagem”, informa o diretor de Educação Executiva da Enap, Rodrigo Torres, que comanda essa iniciativa.

A mentoria, segundo Torres, é um processo de aprendizagem pessoal que dá apoio e suporte ao desenvolvimento de uma carreira. “Com isso, buscamos valorizar nossos servidores, reter as pessoas talentosas em suas carreiras e, assim, formar um quadro de excelência que será capaz de apontar soluções para problemas públicos de maior complexidade”, acrescenta o diretor da Enap.

O projeto, que teve início em fevereiro e deve durar oito meses, conta com cinco etapas: seleção de participantes; formação das duplas; preparação dos participantes; encontros de mentoria e acompanhamento e avaliação.

A expectativa é de que o trabalho de mentoria seja realizado duas vezes ao ano com 30 servidores em cada turma. Atualmente, só no Poder Executivo Federal há 9 mil pessoas que podem ter suas carreiras impulsionadas e consolidadas por meio da mentoria.

Saiba mais

Palavras-chave: