Diretor da BioTIC, Paulo Wanderson Moreira Martins, destacou a criatividade como fator-chave para o serviço público

A importância do fator humano na inovação foi o tema central da palestra “Servidor Público 4.0: como a inovação pode transformar o serviço público e acelerar a sua carreira?”, ministrada pelo Diretor de Negócios, Ciência e Tecnologia e Inovação do Parque Tecnológico de Brasília (BioTIC), Paulo Wanderson Moreira Martins, no espaço anfiConecta, neste primeiro dia de programação da Semana de Inovação 2023.

Para Martins, criatividade é a palavra-chave para inovação. “A criatividade é um dos principais pilares do serviço público, no sentido de solucionar os problemas da sociedade, para enfrentarmos isso de maneiras inusitadas. Buscar conhecimento a todo instante é essencial, além de não ter medo de errar, porque o fracasso faz parte do processo. A persistência e a resiliência são outras características da inovação. A maneira mais certa de ter sucesso é sempre tentar mais uma vez”, ressaltou o diretor. Segundo ele, a inovação só acontece quando se tem coragem de olhar de forma diferente para uma situação.

“A busca pela excelência é o melhor caminho, e isso é uma obrigação do servidor público. Todos nós queremos receber atendimento de melhor qualidade em qualquer lugar. O servidor deve ter isso como ponto de partida”, disse Martins, reforçando que o servidor que não se atualiza ao longo dos anos, torna-se obsoleto. Ao contrário do senso comum, o diretor da BioTIC garantiu que, para inovar, não é preciso necessariamente contar com recursos tecnológicos. “A verdadeira inovação acontece primeiro na mente, quando deixamos a zona de conforto para pensar fora da caixa, com o intuito de servir o outro. É possível impulsionar a inovação sem a tecnologia, por meio das competências humanas. O que temos por dentro é o que nos diferencia das máquinas, são as nossas habilidades, como a empatia, que nos tornam insubstituíveis. Inovar não é inventar, é mudar e às vezes a mudança provoca medo, mas sem isso não saímos do lugar”.  

A palestra teve a presença do secretário extraordinário para a Transformação do Estado do Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI), Francisco Gaetani, que destacou que seu papel no ministério é auxiliar no desenvolvimento sistêmico da educação pública, estimular inovações e produzir mudanças em todo o conjunto do Executivo Federal. 

Inovação também foi o mote da oficina do servidor Cristiano Ferri, que às 9h de hoje falou sobre o uso do Chat GPT para formular políticas públicas. “O uso de IA, em princípio, pode potencializar o trabalho técnico necessário para todo o sistema de formulação de políticas públicas. Pode ser aplicado para qualquer órgão público que trabalhe com elaboração de políticas, leis e normativos. É possível elaborar textos normativos com mais acuidade, preparar estudos técnicos que sustentam a formulação de normativos com mais rapidez, qualidade, acuidade, segundo a qualidade do português e da técnica legislativa de textos de políticas públicas e leis, além da comunicação dessas atividades”, explicou. Ferri foi coordenador de projetos de inovação, como o LabHacker e o e-Democracia da Câmara Federal. Doutor e Mestre em ciência política e políticas públicas, foi pesquisador da Universidade de Harvard, de Hamburgo e do Massachusetts Institute of Technology (MIT). Atualmente é pesquisador no Centro de Formação da Câmara dos Deputados.

O Evento

A Semana de Inovação 2023 acontece na sede da Escola Nacional de Administração Pública (Enap), em Brasília, até quinta-feira (9/11). Não há mais vagas para a programação presencial, mas é possível fazer inscrições para as atividades online pelo site: semanadeinovacao.enap.gov.br.

A expectativa é de que 20 mil pessoas participem das mais de 500 horas de programação ao longo destes três dias. Para acessar todas as informações sobre a Semana basta baixar o aplicativo oficial do evento pela loja de apps do seu aparelho de celular (IOS ou Android).

Este ano, há vários ambientes para acompanhar o conteúdo. Na sala Inovatio, no espaço Nexus e no Auditório Belmiro Siqueira acontecem as principais palestras da Semana. Mais de 30 espaços espalhados pela Escola acomodam interessados em participar de iniciativas especiais, dentre elas 100 atividades presenciais selecionadas por meio de chamada pública. Há ainda mais 30 atividades disponíveis para os que irão acompanhar o evento virtualmente. Há também oficinas, mesas redondas, primeiros passos (que são palestras de conhecimentos mais introdutórios), premiações, encontros de laboratórios e holofotes (com pitchs inspiradores de 15 minutos). Os temas são diversos, entre eles metaverso, gestão pública, inteligência artificial (IA) no serviço público, gestão inclusiva, governança, diversidade, sustentabilidade, acessibilidade, inovação aberta, compras públicas de inovação, entre outros. 

O tema escolhido de 2023 é Reconectar para Reconstruir. A Semana de Inovação da Enap é uma oportunidade ímpar para profissionais, acadêmicos e entusiastas da inovação pública se reunirem em um ambiente colaborativo e dinâmico para refletirem sobre o papel da inovação na superação de desafios públicos, na construção de uma democracia sólida e representativa, no compromisso com a diversidade e o meio ambiente, e no serviço público em prol da sociedade.

SERVIÇO:
Semana de Inovação 2023 da Enap

Data: 7, 8 e 9 de novembro

Formato: Híbrido

Onde: Escola Nacional de Administração Pública (ENAP), SPO Área especial 2-A - Asa Sul, Brasília - DF, 70610-900

Mais informações e inscrições:  semanadeinovacao.enap.gov.br


Sobre a Semana

A Semana de Inovação 2023 é realizada pela Enap, em parceria com a Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais (Flacso), o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) e o Tribunal de Contas da União (TCU). O evento conta com o patrocínio da Dataprev, da Petrobras, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), do Instituto Unibanco, da Microsoft, da CAIXA, do Banco do Nordeste e do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e a colaboração do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional, da Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e da Anatel.

Tem também o apoio do Banco do Brasil, do Instituto Eldorado, da Embaixada da Dinamarca, da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), do Banco de Desenvolvimento da América Latina e Caribe (CAF),da Associação Nacional das Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite) e a participação de diversas instituições do Governo Federal, de organismos internacionais, de grupos da sociedade civil e de representantes do setor privado.

 

Conteúdo relacionado

Servidores da Enap fazem retrospectiva de 2023 e planejam prioridades para 2024

Participantes ouviram representantes das áreas, participaram de dinâmicas e receberam homenagens

Publicado em:
28/02/2024
Podcast de inovação retorna com novos episódios

O podcast produzido pela GNova, em parceria com a Rede Inovagov, foi criado em 2019 e conta com novos episódios gravados durante a 9ª Semana de Inovação

Publicado em:
26/02/2024
Lançada a terceira rodada do programa Soluções de IA para o Poder Público

Na ocasião, foram apresentados também os vencedores da rodada anterior

Publicado em:
25/02/2024
Enap apoia construção de plano de trabalho da Política Nacional de Cultura Exportadora, no Pará

Oficinas auxiliam planejamento de ações para alavancar exportações paraenses, considerando futuros desejáveis, problemas e potencialidades do estado

Publicado em:
01/02/2024