Desenvolvimento de competências de liderança

O Programa LideraGOV é um processo de formação de líderes inovadores e de alto impacto, por meio da difusão e desenvolvimento de competências que permitem potencializar o alcance de resultados e promover transformações na esfera de atuação do servidor público.

O Programa

O Programa de desenvolvimento de líderes da Administração Pública federal é fruto da parceria entre o Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) e a Escola Nacional de Administração Pública (Enap), construindo uma rede de servidores e servidoras qualificados, aptos a atuar como líderes comprometidos com o serviço público e com prontidão para ocupar cargos e funções estratégicas. As premissas e objetivos do Programa são:

Como funciona o LideraGOV?

O percurso formativo do LideraGOV é realizado de maneira remota, com alguns momentos presenciais, e possui carga horária mínima de 120 horas, distribuídas ao longo de oito meses. Além disso, há o acréscimo de pelo menos 40 horas suplementares com atividades como diálogos formativos que contribuem para a transferência da aprendizagem de forma que o participante possa aplicar as competências desenvolvidas.

Quem é o público-alvo?

O Programa destina-se a servidores(as) públicos(as) efetivos(as) da Administração Pública Federal do Poder Executivo, regidos(as) pela Lei nº 8.112/1990, portadores de diploma de nível superior e não ocupantes de Cargo Comissionado Executivo (CCE) ou Função Comissionada Executiva (FCE) de nível 13 ou superior ou equivalentes. No momento da matrícula, é necessária a anuência prévia da chefia imediata para participar do Programa.

Como funciona a Rede LideraGOV?

A Rede LideraGOV é formada por egressos do Programa e, entre seus objetivos, está o fomento à formação continuada dos ex-alunos, sendo formalmente implementada pela PORTARIA CONJUNTA SGP-ENAP/SEDGG/ME Nº 37, DE 6 DE MAIO DE 2022. Assim, contribui para a consolidação de uma cultura orientada por valores alinhados ao interesse público, no exercício da liderança. Além disso, a Rede busca propiciar condições favoráveis de visibilidade do Programa e seus egressos entre órgãos e entidades da Administração Pública Federal e demais espaços da sociedade civil.

Diferenciais da formação:
1
Conteúdo definido de acordo com as competências essenciais de liderança para o setor público, contemplando aspectos comportamentais, estratégicos e gerenciais.
2
Formação teórica vivencial, conduzida a partir da prática e orientada para a prática com o uso de metodologias ativas.
3
Programa estruturado por projeto, com entregas realistas e úteis para a organização, e deliberadamente orientadas a converter conhecimentos em habilidades.
4
Incentivo à realização de diálogos formativos com a chefia e às trocas com os mentores escolhidos pelos próprios alunos.
5
Oportunidade de participar de uma rede de altas lideranças.
Qual é o percurso formativo?

Ao ser selecionado, o aluno terá acesso a uma experiência de formação executiva dividida em três eixos:

1) Liderando a si mesmo(a);
2) Liderando equipes, e
3) Liderando organizações.

O curso foi concebido de modo a possibilitar que os alunos vivenciem uma experiência de aprendizagem orientada para o desenvolvimento de um conjunto de competências relacionadas à autoliderança, ao engajamento de pessoas e equipes, e à gestão estratégica das organizações. Durante a formação, os alunos terão atividades estruturadas em torno das seguintes estratégias formativas:

Encontros Formativos quinzenais (mínimo de 120 horas);
Sessões de Mentoria Coletiva (10 horas);
Sessões de Mentoria Individual (10 horas);
Sessões de Diálogo Formativo com o superior hierárquico (20 horas);
Entregas de atividades baseadas nos aprendizados e que dialogam com problemas públicos.

Ao final da fase de formação, pretende-se que os(as) participantes tenham desenvolvido 6 (seis) competências específicas:

Reconhecer e avaliar características de sua personalidade e do seu estilo de liderança para aperfeiçoar e potencializar a sua atuação profissional;
Organizar, orientar e engajar pessoas e equipes, tendo em vista o alcance dos objetivos e metas organizacionais;
Fortalecer a gestão orientada para a equidade racial e de gênero e respeito à diversidade nas suas organizações públicas;
Tomar decisões que produzam resultados de alta qualidade, por meio da aplicação de conhecimentos técnicos, da análise de problemas e do cálculo de riscos;
Atuar de forma sistêmica e estratégica, entender, analisar e comunicar o contexto, desenhar cenários futuros e delinear perspectivas para o médio e longo prazos alinhadas aos propósitos organizacionais; e
Construir processos inovadores e estimular o trabalho em rede, por meio da aplicação de ferramentas e modelos de gestão, destinados à oferta de melhores serviços com foco no cidadão.

Para mais informações sobre o Programa, acesse os links abaixo:

LideraGOV 1.0

LideraGOV 2.0

LideraGOV 3.0

Painel LideraGOVers

Observatório de Pessoal