Foram escolhidos seis trabalhos em cada tema

A Escola Nacional de Administração Pública (Enap) e a Secretaria de Orçamento Federal (SOF), do Ministério da Economia, realizaram, nesta quinta-feira (17), a cerimônia de premiação XI Prêmio SOF de Monografias.

O prêmio tem a finalidade de estimular a pesquisa sobre orçamento público, seus problemas, desafios e perspectivas, reconhecendo trabalhos de qualidade e de aplicabilidade na administração pública.

Em 2021, das monografias inscritas, 36 foram consideradas válidas pelo comitê técnico. dessas, 14 foram direcionadas ao tema 1 (39% do total) e 22 para o tema 2 (representando 61%). Após avaliação da comissão julgadora, foram escolhidos seis participantes em cada tema, sendo três primeiros lugares e três menções honrosas.

Destaque para a atuação feminina, que mesmo registrando uma participação reduzida, em comparação a anos anteriores, contou com 6 mulheres entre os premiados. E também para o alto nível dos participantes: 28% deles possuem doutorado.

O evento também marcou o aniversário de 51 anos da SOF, que surgiu para ser o órgão central do sistema orçamentário e hoje é reconhecida como uma organização de excelência na gestão dos recursos públicos federais.

A cerimônia contou com a participação do presidente da Enap, Diogo Costa, da coordenadora-geral de gestão do conhecimento, tecnologias e prêmios da diretoria de inovação da Enap, Camila Medeiros, do secretário especial de Tesouro e Orçamento, Esteves Pedro Colnago Júnior e do secretário de Orçamento Federal, Ariosto Antunes Culau.

Confira os campeões:

Tema 1 – Orçamento público no contexto da recuperação econômica

Classificação

Monografia

Autores

Procedência

1° lugar

Mecanismo de Indução de Políticas para a Educação Básica: Análise das Experiências dos Estados Brasileiros com a Cota Parte do ICMS Autores

Diego Rafael Fonseca Carneiro, Pedro Alexandre Santos Veloso, Brysa dos Santos Fernandes, Guilherme Diniz Irffi, Francisco Antônio Sousa de Araújo e Walacy Maciel de Oliveira

Fortaleza/Ceará

2º lugar

Política Monetária e Gestão da Dívida: A Contribuição da Maturidade dos Títulos Públicos na Dinâmica de uma Dívida Estável

Wellington Charles Lacerda Nobrega, Cássio da Nóbrega Besarria e Edilean Kleber da Silva Bejarano Aragón

 Caruaru - PE

3º lugar

Política Fiscal e Crescimento: Identificação de Canais de Transmissão a Partir da Externalidade dos Bens Públicos

Fernando Motta Correia

Curitiba/Paraná

1ª Menção Honrosa

Regras Fiscais, Rigidez Orçamentária e Efeitos Alocativos: Uma Avaliação dos Impactos sobre os Investimentos Municipais Brasileiros

Juliana Lanaro Ribeiro e Carlos Eduardo Gasparini

Brasília – DF

2ª Menção Honrosa

Orçamento Plurianual e Planejamento - Conflitos Alocativos, Distributivos e Equilíbrio Fiscal

Constantino Cronemberger Mendes, Thiago Silva e Souza e Welles Matias de Abreu

Brasília – DF

3ª Menção Honrosa

Receitas de Desestatizações: Novo Orçamento Paralelo? – Uma Análise sobre a Dinâmica Alocativa após a Implementação do Teto de Gastos

Erick Elysio Reis Amorim e Monique Menezes

Brasília - DF

Tema 2 – Inovação e Orçamento público

1º lugar

Transferências Partidárias Estratégicas: Teoria e Evidências para o Brasil, 2007 a 2018

Aline de Medeiros Dantas e Sérgio Ricardo de Brito Gadelha Cidade/UF: Brasília – DF

Brasília – DF

2º lugar

Transferências Especiais e Incentivos Parlamentares

Dayson Pereira Bezerra

Brasília - DF

3º lugar

As Emendas de Relator-Geral do PLOA nas Normas Regimentais do Congresso Nacional: Gênese, Configuração e Evolução Histórica

Rodrigo Oliveira de Faria

Brasília - DF

1ª Menção Honrosa

Perspectivas sobre a Autonomia Universitária e o Financiamento das Universidades Federais Brasileiras

José Viana dos Santos Junior

Santo André- SP

2ª Menção Honrosa

Dificuldades na Adoção do Orçamento por Competência no Brasil: Estudo Comparativo a Partir de Experiências em Países Anglo-saxônicos

Roberto Sérgio do Nascimento, Andrew Pereira Gonçalves, Denise Maria Moreira Chagas Corrêa, Marcus Vinícius Machado e Ricardo Viotto

Fortaleza – CE

3ª Menção Honrosa

Séries Temporais para Estudos Históricos da Execução Orçamentária Municipal pós-1989

Rodrigo Abreu Carvalho e Camila Rizzini Freitas

Rio de Janeiro - RJ

 

Composição da banca examinadora
  • José Luiz Pagnussat (Presidente)
  • Carlos Leonardo Klein Barcelos
  • Martin Francisco de Almeida Fortis
  • Paulo Carlos Du Pin Calmon
  • Ricardo C. Gomes
Prêmios

A premiação para os vencedores de cada tema será a seguinte:

  • R$ 20.000,00 (vinte mil reais) para o 1º colocado;
  • R$ 10.000,00 (dez mil reais) para o 2º colocado;
  • R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para o 3º colocado;
  • troféu;
  • certificado; e
  • publicação da monografia, preferencialmente em formato eletrônico. 

 

A SOF e a Enap parabenizam a todos os pesquisadores que submeterem seus trabalhos ao prêmio.

Para mais informações acesse a página do prêmio.

Palavras-chave:

Conteúdo relacionado

26º Concurso Inovação no Setor Público tem 257 iniciativas aceitas

Essas propostas concorrem ao prêmio. Recursos podem ser interpostos até 23 de setembro

Publicado em:
21/09/2022
Enap estimula produção científica na área de concorrência e regulação

Confira os contemplados do I Prêmio SEAE de Artigos em Advocacia da Concorrência e Regulação Econômica. Produção servirá para embasar políticas públicas

Publicado em:
28/06/2022
Enap é a única finalista brasileira do Global Public Service Team of the Year Award

Liderando para o Desenvolvimento concorre com iniciativas do mundo todo; vote até 07 de janeiro 

Publicado em:
15/12/2021
Concurso Inovação no Setor Público 2021 registra 210 inscrições válidas

Recursos devem ser interpostos até 4 de junho; confira próximas etapas

Publicado em:
31/05/2021