O tema do Enap #Fronteiras e Tendências do dia 14/08, promovido pela Escola Nacional de Administração Pública (Enap) foi "Como repensar a educação", com palestra de Fernando Schuler, professor e pesquisador do Insper e titular da Cátedra Insper e Palavra Aberta.

Fernando Schuler é Doutor em Filosofia e Mestre em Ciências Políticas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), com Pós-Doutorado pela Universidade de Columbia, em Nova Iorque. Além disso, é Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (EPPGG), pela Enap, e Especialista em Gestão Cultural e Cooperação Ibero-americana, pela Universidade de Barcelona (UB). Foi, ainda, secretário de Justiça e do Desenvolvimento Social do Rio Grande do Sul, Diretor da Fundação Iberê Camargo e do Ibmec, no Rio de Janeiro. Foi bolsista do Faculty Research Program, do International Council for Canadian Studies, em Toronto, no Canadá. E criador e curador do Projeto Fronteiras do Pensamento.

No evento desta quarta-feira, Schuler defendeu uma abordagem da educação que envolva novos modelos de contrato e parcerias, a fim de tornar prestação de serviço mais eficiente. "Modelagem do Estado não funciona para a prestação de serviços finos na ponta", destacou o professor, reforçando que a crise educacional está relacionada justamente à incapacidade do estado de prover a educação para todos os cidadãos. "É uma máquina de produção de desigualdades, um apartheid invisível".

Segundo Schuler, isso ocorre porque as classes média e alta recorrem aos serviços privados, enquanto as classes mais baixas dependem do serviço público, que acaba refém de um modelo de gestão que não atenderia às necessidades dessa parcela da população.

Por isso, Schuler propôs que modelos alternativos de gestão de políticas públicas fossem considerados no setor educacional, como é o caso dos contratos firmados com Organizações Sociais na área da saúde, por exemplo. Para o pesquisador, a cooperação entre a iniciativa privada e os órgãos públicos pode tornar a prestação do serviço mais eficiente para os cidadãos que usam o serviço.

Enap #Fronteiras e Tendências é uma série de conversas regulares desenvolvidas num formato dinâmico e interativo para promover a discussão de temas atuais e relevantes para o governo, com a participação de renomados especialistas, propiciando um constante aprendizado às lideranças da Administração Pública. Abrange temas como tendências geopolíticas, novas tecnologias, inovação, empreendedorismo público, comunicação efetiva, insights comportamentais, compliance, liderança, motivação, gestão da mudança e outros correlatos.