Card desafio 01Como atrair e selecionar os profissionais com as competências necessárias para ocupar os cargos comissionados a partir de uma ferramenta simples e escalável? Essa é uma das perguntas lançadas pela Plataforma Desafios, iniciativa do Laboratório de Inovação em Governo – Gnova, que convida a sociedade a participar da construção de soluções inovadoras para melhorar a gestão pública, premiando as melhores propostas. 

"As melhores soluções para os desafios do setor público podem vir de fora do setor público. Os principais governos do mundo já entenderam isso e fazem o crowdsourcing de soluções em plataformas abertas a todos", explica Diogo Costa, Presidente da Enap. "Até 2019, o Brasil não tinha sua plataforma de desafios. Agora tem", afirma.

Atualmente estão abertos dois desafios: uma solução para seleção de cargos comissionados e outra para encontrar o melhor custo-benefício para o transporte administrativo. Ao total, serão R$ 175 mil em premiações (R$ 75 mil no caso da primeira e R$ 100 mil para a segunda). As inscrições podem ser feitas até 2 de março. Está previsto, ainda, o lançamento de um terceiro desafio, sobre a detecção de riscos à saúde mental dos servidores públicos no ambiente de trabalho. 

Inteligência coletiva para encontrar soluções inovadoras

"É uma estratégia para transformar a maneira pela qual o governo resolve problemas públicos: em vez de supor que o governo tem as respostas para tudo, a plataforma abre a possibilidade de que os cidadãos, empresas, acadêmicos e startups proponham novos caminhos e soluções – e recebam por isso”, explica o Diretor de Inovação e Gestão do Conhecimento, Guilherme de Almeida. “É a inovação aberta melhorando a gestão pública”, acrescenta.

Lançada pela Enap em parceria com o Banco do Brasil e a Unfpa na 5ª Semana de Inovação, a Plataforma Desafios utiliza a inovação aberta – processo que permite aliar conhecimentos, ideias e recursos “de fora” no desenvolvimento de projetos, premiando as melhores soluções. 

A plataforma funciona da seguinte forma: com o apoio da Enap, os órgãos públicos analisam e reenquadram o problema, identificam o público-alvo que poderá contribuir para este desafio e estipulam as premiações. A partir disso, é lançado o desafio para que a sociedade contribua com ideias de solução (crowdsourcing). No caso dos dois desafios abertos, as soluções esperadas são tecnológicas e open source. As propostas são avaliadas de acordo com os critérios já definidos no edital, com premiação das melhores soluções. 

Os desafios são abertos a pessoas físicas e jurídicas. O público-alvo varia de acordo com o desafio lançado, mas é composto geralmente por organizações do terceiro setor, empresas de setores específicos, startups, instituições de pesquisa, desenvolvedores de aplicativos e pesquisadores.

Acesse a Plataforma e conheça os desafios abertos!

https://desafios.enap.gov.br/